quinta-feira, 12 de junho de 2008

Momento de insatisfação

Eu não sou muito apegada a datas. Sempre sofri muito com isso por esquecer o dia dos aniversários e de fatos importantes. O valor que eu os dava sempre esteve muito acima de uma simples data, mas vai explicar porque você esqueceu, ou ligou tarde demais, ou ligou e simplesmente não disse nada, porque simplesmente não ligou para isso. Sempre fui assim, não consigo mudar. Uma vez era aniversário de uma amiga gigante minha, eu a amava, minha irmã, isso era inquestionável. Mas, no dia exato do aniversário dela (e ela totalmente sentimental), eu ligo assim, de mais ou menos 13h da tarde (meu Deus, tsc tsc tsc) a cobrar (eu tava na rua, sem celular) e eu falei de tudo, tudo mesmo, menos o que ela tanto esperava (ainda que logo em seguida eu tenha lembrado).
Comecei com essa história, pra justificar outra. Hoje é dia dos namorados, certo, só. Nada vai mudar por isso, só para as lojas de roupa, sapato, perfumes e ursos de pelúcia, sem contar com as de chocolate e as floriculturas. E eu estou sendo invadida por um sentimento vazio e triste.

Um comentário:

Kari disse...

Ô Eriquinha!!!
Eu sei como é isso...
Por mais que a gente não goste e não dê valor a essas datas estipuladas pelo comércio, você fica triste sim...

Mas ei... Vamo sorrir que a gente ainda vai passar, viu???

Beijão pra tu