sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Enredo do meu Samba...


Não entendi o enredo desse samba, amor.

Já desfilei na passarela do teu coração.

Gastei a subvenção, do amor que você me entregou.

Passei pro segundo grupo, e com razão.

Passei pro segundo grupo, e com razão.

Meu coração carnavalesco não foi mais,

E o adereço teve um dez na fantasia, mas perdeu em harmonia.

Sei que atravessei um mar de alegorias,
Desclassifiquei o amor de tantas alegrias.

Agora eu sei, desfilei sob aplausos da ilusão.

E hoje tenho esse samba de amor por comissão.

Findo o carnaval, das cinzas pude perceber.

Na apuração perdi você... Na apuração perdi você.

5 comentários:

Francisco Castro disse...

Olá, eu gostei muito do seu blog. Ele é muito bom.

Parabéns!

AbraçoS

Palavras de um mundo incerto disse...

Guria, como tu escreves maravilhosamente bem.

Adorei tua realidade!

Beijos e bom domingo!

Marcos Seiter

No meu mundo. disse...

Depois de cantar essa música 1.0000.356.258 vezes vc postou.
Linda, linda, linda.
Tua cara esses sambinhas.
Bjos amiga.

Dayane disse...

Que de mais essa letra!
E eu nem sou muito chegada em samba hein!Só Cartola e olhe la

Kari disse...

Bem tocante essa letra em...
Muito boa...

Beijão pra tu

PS.:Ei, acabei de ver que tirei nove, eu disse NOVE em Márcia!!!! Êba!!!!! heheheheheheheheh