quarta-feira, 29 de outubro de 2008

O que é bonito?


O que é bonito?

É o que persegue o infinito.

Mas eu não sou,

Eu não sou, não... Eu gosto é do inacabado.

O imperfeito, o estragado que dançou... O que dançou.
Eu quero mais erosão. Menos granito.

Namorar o zero e o não.

Escrever tudo o que desprezo... E desprezar tudo o que acredito.

Eu não quero a gravação, não.

Eu quero o grito.

Que a gente vai, a gente vai... E fica a obra.

Mas eu persigo o que falta, não o que sobra.

Eu quero tudo que dá e passa.

Quero tudo que se despe, se despede e despedaça.
ps. na minha falta de inspiração, Lenine. Ele sempre tem algo a dizer.

7 comentários:

Kari disse...

Ah! Foi do Lenini isso?
E eu já ia dizer que tu escreveu algo lindo... heheheheh
Mas, mesmo que tenha sido ele, ainda assim foi lindo!!!!

Beijão pra tu

Camila disse...

Suspeito que não exista beleza mas sim GOSTOS DIFERENTES!

Acho que eu não ficaria bem de cabelu curto... =/

beijão

Nataliinha disse...

Isso eh musica néé ??

Bjs ;]

Leh disse...

E põe algo lindo nisso!

Eu quero tudo que dá e passa.
Beijos

Luanda Moura disse...

Bora pro show dele dia 22/11?

=*

Luanda Moura disse...

Eu fiz uma lista com as amigas que vou chamar para o show de Lenine, e vc foi incluída! hehehehehe
BRINCADEIRA!!!
Vai ser dias 22 e 23 de nov. no teatro da UFPE. Bora começar a economizar, pq ja tou sentindo que vai ser uma facada!! rs
beijos amooorrr

O Profeta disse...

Esta humilde folha solta
Este Vento que fala docemente
Abre-se a alegria da terra
Ai este Sol de sorriso presente

Um manto tecido pelas brumas da manhã
Uma mão segue o Sol outra a emoção
O orvalho que dança no celeste
Ganha a cor da exaltação



Convido-te a pintares o teu olhar com as cores do arco-íris




Mágico beijo