quinta-feira, 4 de junho de 2009

É assim...

Sara gosta de janelas.
Gosta do que se pode ver como um quadrado, um quadro emoldurado, em movimento, que muda, ou que às vezes é sempre igual.
Sara sempre quer saber das paisagens das janelas de quem quer bem, partilhar e inventar o que se vêem.
Tudo que é de se sentir... Sinestesia.
Tudo que é de conceber.
Gosta da brisa no rosto, cheiro de bolo e barulho de mar, da onda quebrando.
Ela sente mais do que pensa, sente mais do que enxerga, sente até mais do que sente.
Adora o que é de pele, o que é de química, o que não tem sentido (que pra ela tem).
Pensa que o que não é formal, normal, usual... É mistério.
Adora os mistérios, e adora adorar.
Nasceu pra se apaixonar. Uma voz, ou um jeito de falar, por um sorriso, por uma respiração.
Um detalhe, só um detalhe. Sutil demais pra explicar.
Não mede seus sentimentos, não achou ainda razão pra fazer isso.
Afinal, sentimentos são sentimentos, feitos para sentir apenas, não para entender.
Não tem medo, de nenhum, seja qual for.
Alguém disse um dia que sentir de repente, não vale, que amar de repente, é superficial, quem ama por amar, não sabe o que é o amor, "tem que conhecer, tem que conviver, tem que observar", convenções, chatas e pragmáticas (que quase todo mundo segue).
Não concorda, mas sabe que é uma rara exceção.
Sente ciúmes, sente saudade, vontade de estar junto, de um momento, de alguém, de um lugar. Por nada, sem conhecer, sem conviver, só por saber existir, só por querer.
Controla suas vontades, mas queria poder não controlar, pra ver o que iriam fazer, ouvir o que iriam dizer: "é uma louca varrida, não sabe de nada". E ela ia rir.
Poucos entenderiam o seu amor, então, prefere não falar.
Tem medo de assustar.
Quer muito ser feliz, do jeito que for pra ser, fonte das alegrias de um sorriso.
Largar todo esse tédio que é viver por viver, fazer por fazer, pensar por pensar...

12 comentários:

Alisson Souza disse...

A MAIOR JANELA DA VIDA É A NOSSA ALMA... É DELA QUE VEMOS NOSSOS CAMINHOS QUE TRILHAMOS E DECIDIMOS AONDE OLHAR OS NOVOS QUE CONQUISTAREMOS!!

LINDAS PALAVRAS!!

ABRÇS

Christi... disse...

Sara gosta de vida e sentir-se além, através da janela de seus olhos e das sensações que o corpo e a alma dá.
Amei o texto.

Obrigada pela visita e carinho ta.
Beijos
Chris

Cadinho RoCo disse...

Sara da janela de tantas revelações.
Cadinho RoCo

Dione disse...

Um belo susto, né?
Um beijão e um bom findi pra você!

Renata Braga disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renata Braga disse...

Eu e Sara temos muitas coisas em comum...E juro, nunca vi alguém descrever isso tão perfeitamente.


A mesmice, a apatia, a conformidade, temos que deixar para os que não sabem e não conhecem do bom da vida... e de suas surpresas...
Adorei...

Bejoss e bom findi!

Aninha disse...

Gostei se Sara ;)

Bjks e valeu a visita no meu blog, volte sempre !!!

(Eu gostei daki, com certeza voltarei!)

disse...

Que sensível! Adorei. Um texto digno de uma Amélie Poulain. :)

Kari disse...

Poucos entenderiam sim.
Sabe, a um ano eu só queria que uma grande amiga me entendesse... Mas ela afirmava, sempre com tanta certeza, que não acreditava naquilo que eu vivia...

Mas "o mundo dá voltas" e parece que hoje ela não só acredita como me entende tão bem... E fico feliz com isso...

Lindas palavras! E que Sara saiba que há quem acredite e a entenda...


Beijãooo

Anjo vermelho disse...

OIe...
*-*
hoji vim não só falar desse belissimo texto ..
mais tbm pra te dar um presente!!

entra no meu blog.. sao todos seus.. de coração !!

beijinhos anjo.

Olavo disse...

Agradeço pelas palavras deixadas no blog..
Beijos

Poeta de um mundo caduco... disse...

Intensa!!!

Se entrega!!!

É assim que tem que ser...
E se no final der tudo errado... Começamos tudo outra vez, sem medo de viver!!!

Beijos.