segunda-feira, 15 de junho de 2009

Na noite seguinte, me apaixono por você!!

Olhos nos olhos,
Primeiro contato: O beijo.
Bocas e mãos que percorrem o desejo.
Abraço que sente o cheiro,
Sente a força, o calor...
Tudo fica evidente:
Línguas passeando por um céu de estrelas,
Você sobre mim,
Choque do sexo, dança dos gestos...
Movimento.
Cada vez mais rápido,
Cada vez mais devagar.
Angustia do prazer que se faz pressa,
Que busca o corpo e
Encontra a vontade:
- como você é bonito.
Sintonia traduzida em lágrimas e gemidos,
Cada vez mais forte,
Cada vez mais alto.
Inconsciente, entorpece os sentidos,
Guiados apenas por sentimentos de paixão.
Até que vem o gozo e se espalha sem segredo.
E meu grito sem controle,
É abafado no teu beijo.

6 comentários:

Aninha disse...

Que lindo poema Erika *-*

Obrigada pela visita no meu blog! Realemnte as coisas nunca são unilaterias, mas é mais facil por a culpa no outro, rsss! De qq forma, n consigo entender nd sobre aquele caso! N vejo onde possa ter errado... Ele simplesmente se evaporou!

Sun disse...

Uaaaaaauuuuuu ! =D
Está lindo lindo lindo!
Quem é que não quer noites assim?

:)
Beijinho grande*

Anjo vermelho disse...

Nossa que paixaoo avassaladora!!!
fikei sem folego!!!

beijs

Poeta de um mundo caduco... disse...

Nossa!!!
Quanta INTENSIDADE!!!
Muiiiiito bom...

"E meu grito sem controle,
É abafado no teu beijo."

LINNNNDO!!!

Bjs.

Kari disse...

Que poema em guria!!!!!

Deixa eu recuperar o fôlego...

Beijão

Renata Braga disse...

Lindo!!!!

A entrega e a reciprocidade são coisas que não tem explicação...

Ta lindo!

Bejossssssssss