terça-feira, 15 de setembro de 2009

Em Negrito



Acredita em mim? No que te digo?

Não sou puta, nem sou santa...

Não te espantas: pois apenas quem procura

Busca os contrastes e as descobertas

Dessa janela que se abriu sobre os meus olhos...


E, pra ti, completamente aberta,

Tenho certeza que nasci para um dia

Estar em teus braços

Na plena amplitude de tua Poesia...


A dor desses beijos guardados, vividos em alento, querendo voar...
Na posse do que se conquista, aquele corpo entregue ao desfrute de um amor bandoleiro...
Vivo das carícias perdidas por linhas em versos de modorra, que levam a flutuar corpos e mentes, sonhos e desejos, tudo na mais perfeita dicotomia proporcional... Os beijos serão intensos, como a saudade já o é! Todas as notas que os corpos tocarem, os dedos seguirão a compor, na música dessas almas sedentas por entrega e momentos de paixão literal!
Sozinha, fazendo de mim tua morada... Ai, de meu desespero pela tua presença... A mão nos cabelos enrolados nos dedos, já melados de tanto desejo, bafo na nuca, mão na cintura, firme, a lambida na orelha, língua e mamilo... Do arrepio inevitável à obediencia, o corpo reage à ordem proferida: “Agora”! Certo: agora...!


12 comentários:

Renata Braga disse...

Nossa... me deixou meio tonta, meio atônita, com tamanha força, paixão e desejo nessas palavras.

Que pedem, quase imploram pelo desejo tão forte que existe aí, dentro desse corpo....

To emocionada, por poder presenciar isso tudo... mesmo!

Bejo minha cúmplice....

Aninha disse...

Oi flor, nem fale, viu Agora tb não vou mais ficar com nenhum feio, se é pra me fuder, pelo menos vou me divertir com alguém belo!! !Rsss

o de saco cheio disso, rsss! Mas a fila anda, logo to em outra... Rsss

Quizera ter alguém me inspirado como vc o tem! Q versos lindos e inspirado!!!

Um beijao!!!

Bia Maia disse...

Affffffffffffffffff.........

Respirando, tomando ar...nossa....quantas informações!

magnífico!

Amável!

Mil beijos com meu amor!

Biazinha

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga, estou indeciso entre saber qual é melhor: se o poema ou a sua prosa.
Em qualquer dos casos, no entanto, a arte de bem escrever é de um nível só ao alcance de alguns. A excelência do que vc fez é inquestionável.
Um beijo.

Poeta de um mundo caduco... disse...

Uau!!!
Amei!!!
Muito instigante...
Escolheu a dedo as palavras usadas...taí o motivo de tal perfeição, que como consequência, deixa a emoção, de quem lê, à flor da pele.
PARABÉNS... Tava c saudades daqui...
Bjo. ;*

Alisson da Hora disse...

Putz...hipnotizado, mais uma vez...

=***

On The Rocks disse...

essa fofinha tá demais.

você tem jeito de menina sapeca.

ah, ninguém é santo(a).

bj

Canto da Boca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Canto da Boca disse...

Cada linha aqui equivale a uma dissertação, se eu fosse capaz de fazer uma!

Mas fico com essa linha: "da janela que se abriu sobre os meus olhos..." Exatamente pelas infinitas possibilidades dessa construção. Desse olhar que se admira para/com os mundos que se revelam, desvelam, como se apenas agora a capacidade de enxergar se tenha revelado.
Um beijo!
;)

Marco disse...

Uau...
Érica, você arrebentou! Que beleza de texto! E essa foto de um morcegão à luz da lua? O meu lado Batman chegou a ficar arrepiado.
Excelente!
Carpe Diem. aproveite o dia e a vida.

Melanie B. disse...

Meu Deus, como tu escreves isso menina?!!É maravilhoso. o que não está em negrito tem umas coisas minhas, ja sabidas por ti.Insisto em viver isso,só pra poder escrever como eu leio aqui! rsrs
Parabens mais uma vez e sempre!!

Beijossssssssssssssssssssss!!!!

Luciana disse...

Poxa amiga... arrasou

Já sou fã desse teu espaço e das tuas palavras.

Parabéns!!!!