quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Tua e Meu...

Sou tua, sim, completamente nua e entregue... Porque me pegaste pra ti, porque parece que já tinhas o meu manual de instrução... Porque decifras meus sonhos e sabes do que eu gosto e quando eu quero... E porque, quando estou contigo, o mundo gira tão devagar...

Mas, se fosses meu... Ah, se fosses meu... eu poderia fazer tantas coisas maravilhosas... Tal como dizer a uma estrela “pare onde está e ilumine o caminho do meu amor”: e toda estrela, acima de ti, saberia obedecer, como eu... Ah, se fosses meu, só meu: eu poderia viver apenas para seu amor, ajoelhar no seu santuário e desistir de tudo o que possuo – sim, até meu coração, até minha vida, eu trocaria para te ter... Pensa só quão sortuda eu seria se te tivesse... Johnny Mercer e Matty Malneck já disseram isso uma vez... E Billie canta bem melhor que eu... É, ela já sabia disso bem antes de mim...



"Two or three girls/ Has he/ That he likes as well as me/ But I love him"... My Man: Letra de Ira Gershwin e Música de George Gershwin. If you are mine: Johnny Mercer e Matty Malneck, na voz da imortal Billie Holliday: quando voz e música se fundem numa coisa só para cantar o amor...

18 comentários:

Érica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dilberto L. Rosa disse...

Amo os Gershwins e seu piano, amo Billie Holliday e sua voz transcendental... Também amo amores impossíveis e seu lirismo que não precisa ter final... Beijo grande!

Marcelo Mayer disse...

nada como uma doce voz pra tentar o significado de platonismo

mandou benzaço!!!

Mima disse...

UAU... maravilhoso!

parabens!

http://sobnuvens.blogspot.com/
http://nilmamoura.blogspot.com/

Salve Jorge disse...

Pobre dele
Capaz que o mundo congele
Sem que ele
Soubesse dos carinhos dessa pele
Que nos calores dos lençóis pelo prazer dele vele
Que aos astros por ele apele
Sem que ele
Nesse sossego se sele
Pobre
Que prefere o cobre
Ou um galantear menos nobre
Do que essa aquarela
Que ela
Suspira na janela...

Daniel disse...

Muito bonita Érica,

Sou do tipo que me entrego e que sonho viver o maior amor dessa vida. Aquele que sonhamos.

Beijos

Ivan disse...

Bem scadas e complementars suas "paródias" litero-musicais.

Te vi no D'lerírius e aportei aqui, para conferir se havia sentimentos. Si, os há. E gostei da partilha.

Renata Braga disse...

E eu .. amo teu jeito de falar de amor... e deixar que ele pareça assim.... lindo, possivel, e adoravelmente excitante.

Eu... só fico aqui, a suspirar, querendo sentir um pouquinho disso tudo...

Bejooooo amore!

Poetíssima disse...

Nossa.. tá na moda hein?!
Adoro tu!
Obrigada pela visita tão calorosa!
Adorei!
Poema novo por lá, aparece!

Abraços nossos..!

Alisson da Hora disse...

Tuas palavras são tão intensas...as tuas imagens, então...dá pra agarrar e sonhar junto a elas...

=***

A Magia da Noite disse...

"tua " e "meu" diria que seria melhor um "nós", porque em "nós" tudo será sempre possível.

Spectrum disse...

Começo a acreditar que o amor não passa mesmo do melhor dos sonhos humanos. Mais nada.
Um beijo

Daniel disse...

Marcelo Camelo é muito bom mesmo. Também acho o cara fera.
Beijos

Kari disse...

Que lindo poema!
De apertar o coração.

Beijos

Canto da Boca disse...

... Como beber a própria inquietação não fosse suficiente, é necessário beber a do mundo.


Beijinhos e carinho, menina linda!

;)

ascka disse...

Talvez, outra música da Billie pudesse se encaixar muito bem na sua playlist: I'm a fool to want you.

Sandra ' disse...

Sabes, tenho sido mais feliz não sendo de ninguém. Entregando-me completamente a mim e aos devaneios que me definem. Ao menos eles não ferem ninguém.


beijo querida ^^

Nilson Barcelli disse...

Magnífico texto. De entrega e de procura. Ainda que o ter (a posse) seja discutível... já que não há amor saudável sem liberdade.
Beijos...