quarta-feira, 17 de março de 2010

Alvorada...



- Não vives
Nem respiras
Sem mim:
Tu nem sequer gozas
Sem que eu diga que sim...!

- Por isso mesmo
Não me deixes,
Ne me quitte pás...
Agora que o Sol deu de brilhar
Vens me falar em despedida?...
(Logo tu, que tanto sabes do mar?...)

O mar reluz só, sereno, ao largo e ao léu
E eu, diante da imensidão risonha deste céu,
Sigo sem entender a lágrima de tua partida...

23 comentários:

Sarah disse...

Nossa Erica, que lindo! Olhe só quem é que me vem falar em sensibilidade! Lindo..
Levou-me a pensar que todas as despedidas vão dar ao mar...

Adorei!
beijinhos!

Aline Dias disse...

eu sou apaixonada por esse poema. vou rouba-lo com os devidos creditos um dia.

me toca profundamente, em poucas palavras: é lindo!

beijos qierida (L)

Lelli Ramz disse...

não m importa tua partida s ela só m faz lembrar tua presença


e volta


bjinhus

Lelli

Fabricante de Sonhos disse...

Érica do céu!

Lindo, lindo e lindo...

A verdade é que a lágrima da partida um dia seca, mas a esperança do retorno é algo que se renova no coração com a simples lembraça daquele que amamos...

Amei o post! Simplesmente mágico...

Beijos enormes!

Katy disse...

Ah, a despedida....as vezes é um momento muito triste....


Saudade!
Beijos.

Canto da Boca disse...

Só digo uma coisa, dentre todas que eu poderia dizer: lindo!

Beijinhos.

;)

Dilberto L. Rosa disse...

Conheço este poema...

Marco disse...

Érica, Érica... Você anda extrapolando sua veia poética! E que bom!
Este poema é particularmente bonito. Curioso... Me deu vontade de filmá-lo. Vai saber uma coisa dessas...
Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

tossan disse...

Xeque mate cheio de amor de sua parte. Quando se despedem só diga adeus. Belíssima poesia. Isso é poesia! Beijo

José Viana Filho disse...

Que poema Lindo Erika,

Na dor as vezes a gente produz nossos melhores versos!!

Valeu pela musica também!!!

Um belo post , com musica , verso e imagem!!!

E quem te faz sofrer , sofrera em dobro, acredite, não é assim que é a vida?

bjs e ate o próximo poema!!

Erica Ferro disse...

"Outra vez as coisas ficam fora do lugar
Quando, então, começo a me sentir em casa..."

Quando o sol brilha lindamente, o calor aquece o nosso corpo e alma, o amor se faz presente mais do que nunca, vem a chuva e borra tudo, o amor se esvai em meio a lama...
E como dói!

♫... Eu voltei, e agora é pra ficar, porque aqui... aqui é meu lugar...♫

Eu voltei, Erica!
Um abraço da tua xará.

Por que você faz poema? disse...

Partidas não são para serem compreendidas; partida é resignação, mesmo com o mar, o céu, o sol...

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

gostei dos verso de solidão , de desejo de não ficar so que vc escreveu

Marcos Campos disse...

Oi Érica!
Lindo!
Bom fim de semana!
beijo!

Poetíssima disse...

Por que a canoa de sushi amiguíssima?! Curiosa fiquei, agora!

Nem eu entendo certas lágrimas...

Tem coisas que eu realmente não entendo.

wallace disse...

que meigo... citou até Piaf. E lembrou Pessoa. Isso é sempre bom! bjs!

Ruby disse...

Total dependência, depois a perda. Muito bonito, moça. Admiro quem vive a "poetar", é um dom, infelizmente não o tenho. bom fim de semana.

Geraldo Brito (Dado) disse...

Muito interessante eu blog.

Salve Jorge disse...

Desse cais
Diante do mar
De quem busca paz
Um certo algo mais
Nesse par
Ne me quitte pás
Não mais a somar
Com esse ar
De tanto faz
Jaz
Salgadas feridas
Dessa partida
Que eclipsa o amanhã
E futuro não trás
Mas nunca fará da vida
insipidamente vã
Estarás melhor vestida
Cantando je ne regrette rien...

Salve Jorge disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sarah disse...

Érica, eu e mais um amigo fizemos uma pesquisa no blog dela, e concluímos que 97% dos textos que lá estão, são cópias. Um absurdo!! Ela abriu o blog para roubar textos dos outros! Eu estabeleci um prazo, se até hoje a noite o meu texto não for retirado, avanço com medidas mais sérias.


Beijos e obrigada! Vou querer o código sim! Mais logo envio-te o meu e-mail :) beijinhho

Melanie B. disse...

Ne me quitte pás
Na voz de Maria Gadu
Ja ouviu??!!!!
Lindo... Me fez lembrar!!

Ti add no msn esses dias
Érica, espero que a gente se encontre..
Bjaummmmmmmm'

Sarah disse...

" Como boa blogueira que sou, e por prezar aquilo que eu e os companheiros do blogger criam, venho por este meio informar que este blog: http://quasetudoquasenada.blogspot.com/ é constituído maioritariamente por cópias não autorizadas de textos daqueles que, como nós, expõem a sua arte na internet. Eu sou uma destas vítimas e ela recusa-se terminantemente a apagar aquilo que só a mim pertence.
Estejamos juntos na luta contra o plágio! Plágio é crime!!
Hoje ela moderou os comentários e apagou a indignação dos lesados!!

Se ela não for impedida de continuar roubando aquilo que é nosso, a próxima vítima poderá ser você...."