terça-feira, 20 de abril de 2010

Carências...



Falta do apreço do vento soprando
à sombra da calma dos ombros que apoiam
mãos que abraçam as cores dos olhos
e beijam na boca as falhas corridas
salvando as tristezas de más companhias
deixando dormir a paz de um sonho...


Munch, Melancolia

32 comentários:

Bia Maia disse...

Puxa vida...

Dias melhores virão...SEMPRE!
Eles logo chegam...e estes dias meio cinzentos servem para apreciarmos o AZUL dos dias coloridos!!!

Um beijo com carinho!

Bia

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Solidão...

Kari disse...

Sim amiga, as coisas vão melhorar. Para nós duas.

Lindo poema!
Beijos

PS.: Amei o comentário, viu?

Dilberto L. Rosa disse...

Menina, que lindo poema...! Embalei-me neste teu vento belo e cheio de curvas pelo ar - e nada, nada deprimido (porque o povo está quase a te mandar um antidepressivo, né?! RS), mas, sim, uma melancolia boa, de saudade e de querer bem: cultive isso, que faz bem, sim; ame, seja como for! Beijo grande!

Daniel disse...

Muito bonito Érica.

"A paz de um sonho"

Beijos

Ferdi disse...

Só deixar dormir, só dormir acho que já funcionaria pra mim*suspiro profundo*, sem paz, sem sonho.

Késia Maximiano disse...

Salvando tristezas de más companhias...
Q assims eja!
Beijos

tossan disse...

Parece um computador! Gostei, muito legal! Beijo

José Viana Filho disse...

De todos os grandes pintores modernos MUCH 'e imbativel!!! Ele parecia q lia a dor humana em cada pincelada!!

Combinou , e muito, com seu poema, cheio de melancolia e talento!!!

Parabens pro mais um belo post!!!


bjs e boa semana!!

A Magia da Noite disse...

um pensador que sonha de olhos semi-cerrados.

Sarah Slowaska disse...

Linda poetisa! Em total harmonia com a imagem. Tuas palavras deram voz às emoções transmitidas pela pintura!

Sempre perfeita :)

Um beijo floor ::*

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Érica! Estava passando quando avistei o teu belo espaço, invadi, gostei e não resisti em dizer que adorei o poema, pequeno na estrutura, porém gigante na profundidade. Parabéns!

Perdoe-me pelas baboseiras.

Beijos e ótima semana pra ti e para os teus.

Furtado.

Rafael disse...

Ah, ficou bonicto. Bem melancólico.
Bjs

Erica Ferro disse...

É a melancolia da poeta. É poesia!

Lindo, Erica.
Beijo.

Canto da Boca disse...

Embora de uma cor gris, sempre sinaliza um tom forte, um resplandecente-laranja. E lindo, demais!

Perdoe a ausência, ando numa falta de tempo terrível, e tentando atualizar minhas idas aos meus blogues preferidos.

Um beijão!

Grafite disse...

seguindo :D

beiijo
")

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Que coisa linda, parece uma oração, Érica, perfeito!

Quando se tem o dom, não tem jeito!

Beijo imenso, menina querida.

Rebeca


-

Bia Maia disse...

Vamos mudar o astral, mocinha!!!

beijos,

Biazinha

O Santo Forte disse...

vivemos esperando o dia em que seremos melhores...

*Natália* disse...

Ooh, quem ta carente bat aqui!!!

õ/\õ

beiijos =))

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Recebemos uma brincadeira, de uma amiga super querida, e queremos repassar para quem gostamos. É muito bacana, diferente e estimulante. Jota Cê e eu entramos na onda de "listar" quem somos e adoramos.

Espero que goste, viu?

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

Daniel disse...

Salvando da tristeza das más companhias... prefiro assim.
Beijos

Por que você faz poema? disse...

Há casamento entre a serenidade dos versos e a placidez das imagens.

On The Rocks disse...

pô, lindo.

bj

Canto da Boca disse...

Érica, tudo bem? Tem um mimo "pra" ti lá no Canto.

Beijos!

Salve Jorge disse...

Se triste
Lembre que o caminho persiste
E que um louco insiste
Fitando-a de dedo em riste
Dizendo esqueça o alpiste
Se tem tanta asa
De tudo isso diste
E fuja de casa
Que quem te assiste
Fica em brasa
Quando faz de qualquer cova rasa
Campo florido...

Dione disse...

Ah, isso passa, viu... Mas o momento é válido para reflexões...

Um grande beijo!

Erica Ferro disse...

Érica, obrigada pelo carinho de sempre.
Beijo.
Saudades dos seus posts.

Felicidade Clandestina. disse...

puxou daqui de dentro um sentimento de nostalgia. gostei a beça.
tem aquele tom de tristeza poética,divino. beijos

Léo Santos disse...

Ah! Então é isso a melancolia... É uma descrição que senão exata ao menos é encantadora - por conta da beleza!

Um abraço!

D.Ramírez disse...

Intenso e belo poema....
Adorei;)
Besos

Melanie Brown disse...

As imagens conseguiram deixar mais triste o que foi dito...


Saudades ÉriKota!!!!!!!!