segunda-feira, 21 de junho de 2010

Tua Canção

Copas fracas e amareladas, eleições polarizas (e um tanto iguais...) e tristes enchentes varrendo meu Pernambuco... E eu só querendo ficar agasalhada em seus braços másculos, cantando em seu ouvido e revendo, ao lado dele, pela ducentésima primeira vez, um clássico moderno de um Cinema brilhante e de sonhos...

14 comentários:

tossan® disse...

Que o barco da calmaria ancore no cais dessa linda terra. Beijo

Daniel disse...

Mesmo com o mundo caindo ladeira abaixo, com o amor, ainda temos motivos para sorrir.

Sempre temos. Não acredite naqueles que dizem que ele não existe.

Beijos

Nilson Barcelli disse...

Acho muito bem que queira essas coisas. Afinal nós vivemos para ser felizes...

Minha amiga, bom resto de semana.

Beijos.

Rosemildo Sales Furtado disse...

É realmente lamentável o que está acontecendo na nossa terra. É a natureza que chora, devido às agressões que lhe são impostas. Mas, é ter fé NELE e continuar vivendo da melhor forma possível.

Beijos e ótimo São João pra ti e para os teus.

Furtado.

FERNANDO COSTA disse...

Erica - Querida - Vim Ler-te e acabei se lembrando de um poema meu bem antigo - mas precisamente integrado a minha carne e raíz.

Com sua licença e se me permites...

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Meu Nordeste

O sol bateu forte no sertão de minha agonia.
Rachou a terra seca do peito encarnando a ausência.
Era tanta falta que se calou o verso da triste mente.
Eis o rosto do amor escondido arrugando o tempo.

É a fotografia do que desconheces.
É melancolia deste amor ao leste.
É o pregar da cruz do alheio medo.
É o corpo inteiro despedaçando ao meio.

E se me calar no infinito a natureza interna?
Já sei que será na chuva o gozar da íris.
Pois os pés desvencilhados do caminho.
Cessarão o trajeto desta vida louca.

E os gametas todos enfurecidos procurarão o corpo dela.
A única terra fértil deste velho mundo que eu chamo, norte!


Homenagem a Zé Ramalho e a sua Vila do Sossego.
São Paulo 07 Dezembro 2003

Fernando Costa.

Fabricante de Sonhos disse...

MAIS_QUE_LINDOOOO!

Para seu Pernabuco, deixo a benção de Papai do Céu...
Para você, a minha admiração inteira e completa, pela sensibilidade... Pelo carinho com as palavras...

Eu também quero um cinema de sonhos!


Um beijo estalado!
Ótimo final de semana!
Milla Borges

Canto da Boca disse...

Também fico desolada com o que está acontecendo a Pernambuco e Alagoas...
E haja solidariedade e lição que as gentes do nosso nordeste (nos) dá...
A vida ainda segue para quem conseguiu sobreviver às águas.

Beijos!

Rafael disse...

Moulin Rouge rula.
bjsss

Marcos Campos disse...

Oi Erica!
Espero que as tempestades estejam melhores por ai!
Passei pelo seu Flickr, gostei bastante das fotos! Tenho um Flickr antigo que nem lembro o atalho, mas as fotos que tem lá, tem aqui também!
Beijão e bom fim de semana!

Grafite disse...

Adorei querida!
=)

beiijo,
*.*

José Viana Filho disse...

Adoro essa versão do Filme Moulin Rouge...

Bem como adoro seus jogos de palavras e sua solidão sofrida por esse homem imaginário real virtual seu !!!

Fiquei impressionado com a chuva no Pernambuco, depois do trauma aqui do Rio, vê minha região alagada me faz pensar q estamos precisando cuidar mais da natureza, ou vamos nos matar literalmente!!!

Bjs Erica e bom final de semana!!

OBS: Eu quero essa eleição presidencial decidida no primeiro turno e quero ficar umas cinquenta anos sem ver o Serra na tv!!!!

A Mina do cara! disse...

Saudações a Pernambuco, terra de gente da melhor qualidade!

e que o amor continue...

*Natália* disse...

Aaah, essa música é lindaa !
De verdade... amoo =))

beiijos

Melanie Brown disse...

Oi querida, SAUDADES, espero que a essa altura do campeontado vc esteja lindamente bem, só deixando ficar em ti a parte dos braços masculos...

Beijosssssssssssss'