sábado, 12 de fevereiro de 2011

Onde está o sentido nisso?

Com remorso ela pensava no começo vertiginosamente rápido do amor deles. Não tivera necessidade de conquistá-lo: desde o primeiro instante ele havia sido conquistado. Virar-se para olhar para ela? Pra que? ela estava a seu lado, na sua frente, perto dele, desde o começo. Desde o começo, ele era o mais forte e ela a mais fraca. Essa desigualdade estava depositada nos fundamentos do amor deles. Injustificável desigualdade, iníqua desigualdade... Ela era a mais fraca.